Finalidades do laudo de Avaliação Imobiliária

Avaliação Imobiliária
A avaliação imobiliária é um tipo de avaliação econômica regida por normas técnicas, o que evita que sentimentos em relação ao bem imóvel sejam colocados na “conta” da precificação. Sua importância, no entanto, vai muito além disso.

Compartilhe esse post

Ao fim da avaliação imobiliária é emitido um laudo. Esse parecer técnico é de suma importância nos negócios em que os imóveis são oferecidos como garantia ou ainda quando o proprietário será fiador em uma outra transação.

Claro, quando fazemos negócios, transparência é fundamental para a nossa segurança e a de nossos parceiros. Um parecer muito bem elaborado e fundamentado, que conte com a supervisão de especialistas, é uma garantia de integridade de toda a transação.

Neste artigo do Blog da Integrade você vai conhecer os aspectos técnicos que devem ser observados na avaliação imobiliária, como ela é desenvolvida e qual é o profissional perfeito para essa execução. Acompanhe!

Leia também! Avaliação de Imóveis passo a passo; confira 5 dicas

Quem faz a avaliação imobiliária?

Se colocarmos a avaliação de um imóvel nas mãos de quem não conhece como ela funciona, essa pessoa certamente irá olhar a condição geral do bem, observar o acabamento, a localização, o tamanho do imóvel e as condições da fiação. Claro que tudo isso faz parte de uma avaliação, mas ela vai muito além do famoso “olhômetro”.

Na verdade, o profissional responsável pela avaliação imobiliária legalmente tem que credenciado no CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários) e regulamentado pelo COFECI (Conselho Nacional de Corretores de Imóveis).

Esse especialista conhece a fundo as normas técnicas que regem esse tipo de avaliação, como as NBRs 14.653-1, 14.653-2, 14.653-3 e 14.653-4 da ABNT, a Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Leia também! O que é Avaliação Econômica?

Critérios para a avaliação imobiliária

São diversos os fatores que compõe a avaliação imobiliária. Eles têm grande impacto sobre o valor do terreno, casa ou apartamento. Conhecer cada um deles dará a certeza ao negociador de que a precificação é a mais justa.

Fatores internos contribuem para essa precificação. Por exemplo, a simples presença de uma garagem altera bastante o valor do imóvel, assim como uma boa área de lazer, uma piscina, armários embutidos, e outras melhorias pelas quais o imóvel tenha passado. Essas melhorias são conhecidas como benfeitorias.

Aspectos ligados à segurança também são de muita importância. Um sistema mais moderno com câmeras de monitoramento, cercas elétricas e até o tamanho do muro fazem parte da avaliação imobiliária.

Não menos importante são os fatores externos. A localização do imóvel na quadra, a facilidade de transporte, o bairro onde está localizado, o entorno urbano e muitos outros fatores podem levar o preço mais para cima ou mais para baixo.

Leia também! Descubra agora: O que é benfeitoria?

Mercado em constante mudança

Mais um fator que altera a avaliação imobiliária é o mercado, ainda mais em um país como o Brasil, em que os momentos econômicos são tão voláteis. Por isso a comparação do imóvel que está passando pela precificação com outros similares disponíveis no mercado também tem um peso no parecer.

Quando a procura é maior, o valor também sobe. Ao contrário, quando o mercado está menos aquecido, com menos compradores buscando fazer negócio, o valor tende a ser menor.

Também é preciso conhecer dois conceitos importantes, o Valor Venal e o Valor de Mercado:

Valor Venal: O preço estimado dos imóveis para compra e venda em uma transação à vista, após a análise feita pelo Poder Público, ou seja, a prefeitura de sua cidade. É sob esse valor então que são calculados os impostos do IPTU.

Valor de Mercado: O preço pelo qual os imóveis podem ser vendidos. O valor pode variar de acordo com tendências de mercado e de acordo com o momento da economia do país. Para chegar nesse montante, são levados em conta fatores mais subjetivos, que ficam à critério das negociações entre vendedor e comprador.

Leia também! Avaliação Imobiliária: 7 motivos para fazer uma agora

Como fazer a avaliação de imóveis perfeita?

Como já vimos, é preciso um profissional (ou um time de profissionais) que tenha muito conhecimento nessa área. Esse especialista precisa conhecer todas as regras que regem a avaliação imobiliária, conhecer em detalhes qual é o impacto de todos fatores internos e externos que pesam sobre o preço e também do momento do mercado.

Existem normas absolutamente técnicas que norteiam esse parecer. Cabe ao especialista eliminar possíveis distorções ligadas à percepção emocional do proprietário em relação ao imóvel, tornando a tarefa de encontrar o valor justo do imóvel muito mais eficaz.

Esse documento permite ao gestor do imóvel uma venda mais rápida, já que ele não terá o risco de supervalorização (o que dificulta uma venda) e nem de subvalorização (o que certamente causará prejuízo). Além disso, os negócios que usam imóveis como garantia serão mais seguros, já que contam com um parecer mais confiável.

A Integrade Consulting é uma consultoria com ampla experiência na avaliação de imóveis, que conta com profissionais especializados, com estratégias e softwares modernos e eficientes e trazem as melhores soluções. Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Entre em contato com um dos nossos especialistas agora mesmo.

Compartilhe esse post

Explore mais

No posts found!

Você deseja melhorar a performance do seu negócio?

Nos envie uma mensagem

× Como posso te ajudar?